quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Estranho

Situação ocorrida ontem num restaurante onde fui jantar com um amigo.

Empregado (ao colocar a comida na mesa): "Cuidado que está quente. Se precisarem de mais alguma coisa é só chamar. Boa sorte. Com licença." (E sai).
Nós: Obrigado.

O que está errado nesta situação?

A)
A comida não deve ser colocada quente na mesa.
B)
Eu estou a mentir, porque não tenho amigos, e por isso estava a jantar sozinho.
C) O empregado desejou boa sorte em vez de bom apetite.
D) O empregado nunca deve sair da beira da mesa durante a refeição.

A resposta está no diálogo que ocorreu de seguida:

Meu amigo: Ele disse boa sorte?
Eu: Sim.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Mensagem de Natal

Olá amiguinhos da Blogosfera.

Venho por este meio, que por acaso é o meio do costume, desejar-vos um Feliz Natal passado com as pessoas que mais adoram, a ver a sequela do Sozinho em casa, ou os filmes natalícios da Barbie que todos os anos costumavam dar na TVI, e este ano acho que ainda não deram. Anda alguém a dormir naquela estação.

Desejo-vos também uma óptima entrada em 2011. Que 2011 seja um ano cheio de sucessos pessoais e profissionais para todos os meus seguidores.

Agora vou parar de desejar coisas para os meus seguidores, senão esgoto os desejos todos sem desejar nada para mim.

Para terminar, deixo um desafio. Se forem a uma igreja, tussam. Recentemente pude comprovar, que quando um português tosse numa igreja, tossem logo 10 ou 15. Experimentem e depois digam-me se resultou. Se resultar, o próximo passo será experimentar com arrotos. E se os arrotos resultarem, acho que adivinham qual será a experiência seguinte.

Beijos e Abraços a todos.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

ÚLTIMA HORA

Sou o único que, sempre que surge uma notícia de "Última hora" num telejornal, pensa que é algo realmente interessante, algo relacionado com o fim do Mundo, ou a descoberta de uma cura para o cancro?

É claro que elevando sempre as expectativas a este ponto, saio sempre desiludido.

Espero ter causado esta mesma sensação em vocês quando leram o título deste post.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O aroma público

Há uma coisa que me irrita bastante. Há várias até, mas hoje vou falar só de uma se não se importam, porque tenho coisas combinadas e não tenho muito tempo.

E vou dizer isto de forma clara e directa. Odeio quando alguém solta gases intestinais no meio de um grupo de pessoas.

Lá estou eu no grupo, e sinto um aroma que ultrapassa o limite daquilo que é aceitável ao nível da área aromática. Cria-se logo um clima de suspeição, quem terá sido o cobarde que se largou e não se vai acusar? É que depois as pessoas à volta começam a suspeitar umas das outras, criando um mau ambiente que não se vê, mas que se sente, e pior que tudo, se cheira.

Não gosto de ver pessoas a olhar para mim nessas alturas, porque sei que estão a pensar que posso ter sido eu o "ambientador", e eu quero muito dizer-lhes que não fui eu, e até dizer-lhes de quem é que estou a suspeitar, correndo o risco de estar a falar precisamente com o criminoso. Por tudo isto, é uma situação bastante desconfortável.

Eu até poderia ter confrontado o grupo perguntando "Quem é que se peidou?" mas primeiro, duvido que alguém se fosse declarar culpado, e segundo, estaria a arriscar-me a ouvir a genial frase "quem se queixa larga a ameixa". E ouvindo essa frase, já não há nada a fazer, eu seria o culpado aos olhos de toda a gente.

O que eu gostava de pedir a toda a gente, numa altura em que se aproxima o Natal, e num espírito de solidariedade, por favor quando se largarem em público, identifiquem-se, para que se evitem mal-entendidos.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

A Origem

É incrível o número de piadas que apareceram em tão pouco tempo sobre o jogo Porto x Benfica que acabou com um fabulástico resultado de 5-0 para a equipa que ocupa um espaço no meu coração. Mas não me vou armar, porque foi apenas um jogo, já passou.

Mal o jogo jogo acabou, já havia uma mão cheia de piadas a circular pelas redes sociais, e pelos telemóveis. Mas qual a sua origem? De onde sugem? Quem as trouxe? Que horas são? Quem as criou?

A minha teoria é que há uma equipa de 5 ou mais escritores de comédia fechados numa sala durante todo o ano à espera que aconteça algo importante no Mundo, para em pouco tempo inventarem uma cabazada de piadas e depois espalharem por blog´s, facebook´s, hi5´s, por email, por sms, para as pessoas irem partilhando entre si, por esse planeta fora, e fortalecerem os seus laços de amizade.

No currículo destes escritores encontram-se já trabalhos sobre temas como o 11 de Setembro, Casa Pia, Apito Dourado, Face Oculta entre muitos outros.

Ah e o Porto deu 5-0 ao Benfica.

P.S- O Chá com tremoços tem andado sossegadote porque mudou-se para Lisboa, e está a tentar arranjar uma vida, e isso dá algum trabalho, e retira algum tempo para estas andanças. Mas vou fazer todos os esforços para voltar a dar vida a este espaço que tantas alegrias deu, que tantas relações curou, que tanta gente alimentou e que à sua maneira tornou o Mundo um local melhor para se viver.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Dois em Um

Depois de vários dias de negociações, é com alegria que vos anuncio que o Chá com tremoços irá finalmente ter conta no Twitter. Desde cedo o Twitter revelou vontade para que este blog criasse lá uma conta. No ínicio torci o nariz, mas lá me convenceram a assinar contrato, num negócio que rondará os 3 euros e meio aproximadamente. Ah, e o meu nariz já está bom.

Quando perceber a mecânica daquilo, coloco aqui o link para quem quiser seguir o Cházinho por lá.

Como presente, com esta notícia sobre o Chá com tremoços no Twitter, ofereço-vos mais um texto parvo. São dois temas em apenas um post! Não deixem escapar esta oportunidade!

Vocês viram os Ídolos no domingo? Eu vi. Reparam no comentário da "voz" que anuncia a programação da sic, no final do programa?

Durante a passagem do genérico final do Ídolos, esse senhor diz. "Ah Ah, muito bom", referindo-se supostamente ao programa em questão.

Mas que é isto?? Ah Ah? É que foi um riso mesmo forçado! Será que o homem está sentado num sofá todo o dia a ver a SIC e só se levanta entre os programas para anunciar os programas que se seguem? Será que ele pensa nos comentários que vai fazer? Foi claramente um comentário pensado para o tipo de programa, descontraído.

Proponho ao senhor que num próximo programa diga "LOL, que programa marado" ou "Brutal" ou "Eh Eh, TOP!"

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Mais um!!!

Os meus seguidores são uns fófis! E eu sou uma besta porque este selo foi-me oferecido há algum tempo e eu não tinha visto. Foi oferecido pela simpática Sofia Costa (http://sofia-u-c.blogspot.com/).

1º Responder às perguntas:

O que te faz sorrir?

Ver alguém a cair e rebolar no chão.

O que fazes para fazer os outros sorrir?

Faço-lhes cócegas.

2º Passar o selo aos blogs que te fazem sorrir:

Meio Cheio http://aencher.blogspot.com/
Mental Break http://mental-break.blogspot.com/
Olha o Pirralho http://olhaopirralho.blogspot.com/
Evil Yuna http://evilyuna.blogspot.com/
Também quero um blog http://tambmqueroumblog.blogspot.com/

Seguidores: Oh, recebeste 2 selos...pfff grande coisa...
Chá com tremoços: 2 selos??? Recebi 3!!! 3!!! brevemente coloco aqui o 3º para vos calar.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

O Chá com Tremoços recebeu um selo!!!

É com satisfação que vos anuncio que recebi um selo! O Kipo (http://olhaopirralho.blogspot.com/) que é um tipo porreiro, ofereceu-me este selo todo catita e eu já lhe disse que não era preciso. É louco ele. Louco! Mas agradeco-lhe do fundo do coração.

Nunca tinha recebido um selo, estou tão nervoso... Vou seguir os passos habituais.

1º Colocar o selo no blog:


Já pus! Conseguem vê-lo? Está bem colocado? Gostam assim? Posso encostá-lo mais à esquerda ou até mesmo à direita...

2º Oferecer o selo a 5 pessoas

Vou oferecer a estas simpáticas pessoas

Sr. Bitor (http://ohbaca.blogspot.com/)

Sr. Ricardo (http://toughtbubble.blogspot.com/)

Srs. Wate Da Fuck (http://watedafuck.blogspot.com/)

Malta do "Vamos dar uma" (http://ambasduas.blogspot.com/)

Sra. Carla (http://flwhatever.blogspot.com/)

Não sei se já receberam este selo ou não, mas espero que o estimem bem.

3º Dizer o motivo mais provável porque é que o meu blog dá que falar

Não faço ideia, mas talvez porque as pessoas gostam de falar mal dos autores, que só escrevem porcaria. Mas ao menos falam e fico contente por isso.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Estou inocente!

Se um dia for condenado por algum crime (e é provável que aconteça), quero ter tanto tempo de antena para afirmar a minha inocência, como tem tido o Carlos Cruz.

E também quero populares revoltados à porta do tribunal para me receber.


quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Muito estranho

Tenho de partilhar isto convosco. Acabou de acontecer.

Estava eu aqui sossegadito a trabalhar e precisava de uma pen para passar uns ficheiros entre computadores. Procurei a pen na secretária e não a encontrei. Resolvi descer as escadas para ir procurá-la no meu quarto e noutras divisões da casa. Quando dei por mim estava a abrir a porta do frigorífico e a olhar para o seu interior.

É que nem cheguei a ir procurar a mais lado nenhum. Desci as escadas e de repente só me lembro que estava a olhar para o frigorífico.

Eu não sou médico, mas isto só pode ser grave.

P.s- e ainda não encontrei a pen

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Jorge Jesus detido pela polícia

Durante os festejos da entrada do Braga na Liga dos Campeões, Jorge Jesus é detido pela polícia, por desacatos.

Não acreditam? Vejam o video, a partir dos 9 segundos.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Descrições nas redes sociais

Já reparei que hoje em dia, quando as pessoas se descrevem nas redes sociais, não têm problemas em incluir nessas descrições alguns defeitos. Defeitos como teimosia, tendência para se dizer exactamente o que se pensa, falta de paciência e orgulho são alguns dos mais usados.

Ora, na minha opinião isto não são defeitos. Ou são defeitos com estilo.
Teimosia/Orgulho/Falta de paciência- Quem não tem estes "defeitos"? Em quantidades diferentes, mas toda a gente os tem.
Dizer o que se pensa- Nem toda a gente o faz, mas isto não é um defeito. Pode criar inimigos, mas dá estilo dizer o que se pensa sem medo das consequências.

Querem dizer os vossos defeitos? Digam os verdadeiros defeitos. Eu dou-vos um exemplo do que poderia ser uma descrição sincera numa rede social.

Penso que sou uma pessoa interessante, gosto de estar com os amigos, odeio pessoas arrogantes e falsas. Sou meigo, tenho defeitos como toda a gente, o meu hálito cheira a uma espécie de mistura entre estrume e café, tenho 7 dedos em cada mão, tenho dois dentes e meio, gosto de assassinar pessoas a sangue frio, costumo assediar sexualmente raparigas entre os 15 e os 30 anos, gosto de cuspir para o chão e urinar em todo o tipo de paredes, em cada frase uso pelo menos uma vez a palavra "caralho". Já fui preso por assédio sexual de menores, mas sou um ser humano, e como tal aprendi com os meus erros, e hoje em dia assedio menos jovens, e quando o faço sou mais cuidadoso. Mas no geral sou simpático, amigo do amigo, brincalhão e gosto de animais.

Esta descrição sim, é sincera, e os defeitos escritos, são realmente defeitos. Provavelmente alguém com uma descrição destas numa rede social, não ia arranjar muitos amigos, mas ao menos foi sincero.

Há um cabrãozinho dentro de cada um de nós

Às vezes não vos dá vontade de serem mauzinhos? Sábado de tarde deu-me essa vontade. Despertou o cabrãozinho dentro de mim.

Local: Parque de estacionamento subterrâneo do Continente.

Horas: cerca das 16h00.

Roupa interior: Boxers vermelhos com um desenho do Daffy Duck.

Estava eu a caminho do meu carro, para ir embora. Estava a caminhar pelo meio da estrada, em pleno parque de estacionamento e ao fundo dessa estrada, um carro pára para me observar, esperando que eu entrasse num carro naquela fila, deixando um lugar vago para ele.

Nessa altura penso: "Vou ser cabrãozinho!", e tiro a chave do bolso para ele ver. No fundo da rua, o carro vira na minha direcção e começa a avançar lentamente, ao mesmo tempo que eu caminho em direcção a ele. (tentem imaginar isto em câmara lenta e ao som de uma musica épica)

Começo a aproximar-me do lado esquerdo da estrada, como que a preparar-me para entrar num dos veículos estacionados. O meu rival avança ainda com mais confiança.

De repente desvio-me e atravesso os carros estacionados para outra fila, enganando assim o gajo que queria o meu lugar. Sim, o meu carro estava ainda bem longe dali, numa estrada paralela.

Eu até nem sou má pessoa. Mas neste sábado, àquela hora e naquele local, apeteceu-me ser cabrãozinho. E sabem que mais? Gostei.

P.s- Se por acaso o condutor do outro carro costuma seguir o meu blog, peço desculpa.

domingo, 1 de agosto de 2010

Gostava de ver o teu corpo

Boas noite caros seguidores, e caras pessoas que vieram ter a este blog sem querer quando procuravam sites de pornografia.

Antes de dizer uma ou duas coisas parvas, peço desculpa pela minha ausência da blogosfera nas últimas semanas, ausência essa que justifico com férias e a uma dor no tornozelo. Nos próximos dias vou andar a passear pelos vossos blogs, a ver o que perdi nos últimos tempos.

Estava hoje a fazer zapping pela tv, e resolvi parar na SIC, para ver o programa em tudo parecido com os Idolos, mas sobre moda. Fiquei impressionado por ouvir certas frases do juri, que só no contexto do programa, poderiam ser ditas sem consequências. Refiro-me a frases como "Gostava de ver o teu corpo", "Gostava de te ver de biquini" ou "Adoro o teu corpo". Os concorrentes que ouviram estas frases, ficaram com um sorriso nos lábios, por isso, nos próximos dias vou experimentar dizer estas mesmas frases a pessoas desconhecidas e ver a reacção. Caso corra mal, digo que sou estilista.

Ah, e se os irmãos Guedes conseguem ser apresentadores de programas de tv, eu sinto que consigo ser o que quiser.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

É um polvo...

Hoje no telejornal deu mais uma reportagem sobre mais uma previsão do polvo Paul, sim aquele que adivinha os resultados dos jogos do Mundial.

Isto já uma situação algo surreal, acho que todos concordamos nisto. Mas para mim, o mais estranho veio a seguir, quando um jornalista fez uma pergunta a uma responsável do museu onde o polvo vive, e onde medita sobre as previsões que vai fazer, e prepara as suas conferências de imprensa.

Jornalista: E se o polvo falhar?
Responsável do museu: Às vezes até os polvos se enganam...

O quê? Enganam-se? Como assim? Eu nunca vi sequer um polvo a tomar uma decisão, quanto mais a enganar-se.
Eu acho que a resposta mais sensata seria a seguinte:

Jornalista: E se o polvo falhar?
Responsável do museu: Que é que você quer? É um polvo...

Atenção: Quero dizer que não tenho nada contra os polvos, são animais porreiros, deitam aquela tinta, têm tentáculos e admiro-os por isso. Apenas acho que o Ser Humano está cada vez mais maluco.

P.s- Vou começar a preparar o meu cão para o Euro 2012, ainda vão ouvir falar dele.

terça-feira, 6 de julho de 2010

O futuro

Eu não costumo publicar 2 textos no mesmo dia, por motivos religiosos, mas só queria avisar-vos que brevemente o Chá com tremoços irá expandir-se pelas redes sociais do Twitter e Facebook. Se com o Blog já metemos nojo, imaginem o nojo que iremos meter através do Facebook e Twitter.

Ah, e também somos capazes de comprar um Fax. Não é que precisemos, mas pessoalmente nunca tive um, e acho que dá uma certa pinta.

A vasta equipa de duas pessoas por trás deste blog manda um forte cumprimento a todos os seguidores, e um muito obrigado por nos aturarem.

"Tu não és do nosso comboio!"

Ontem passei por uma situação algo assustadora.

De manhã fui à praia, e na praia de Miramar, costumam haver muitas crianças, pois os infantários vão todos para lá. Ao vir embora pelo passadiço de madeira, eu e o meu amigo parámos para deixar passar uma fila de crianças, que iam aos pares e de mãos dadas (que fofinhos), mas eram tantos fedelhos, que decidimos metermo-nos no meio deles, e ir abrindo caminho (má ideia).

Passados 3 segundos já estava separado do meu amigo por cerca de 10 crianças. Não havia forma de ultrapassá-las, e então só me restava ir ao ritmo delas, até ter uma hipótese de sair dali. Foi aí que ouvi uma vozinha vinda de baixo que me dizia "Tu não és do nosso comboio" e eu respondi: "Não me dão boleia no vosso comboio?" (mais uma vez, má ideia) logo a seguir as crianças todas ali ao lado começaram a apontar para mim e a dizerem em voz alta "Tu não és do nosso comboio!", comecei a sentir-me um pouco mal ali no meio.

As educadoras começaram a olhar para mim com cara de más (às tantas pensaram que eu era um pedófilo), o meu amigo ria-se (filho da mãe) e eu a tentar não entrar em pânico. Não havia nada com que eu pudesse afugentar os miudos! Não tinha como fugir a elas, e aos seus pequenos dedos indicadores incómodos.

Um pouco à frente lá consegui esquivar-me e correr dali para fora. Mas tive medo. Muito medo.

Conselho do Chá com tremoços: Não se metam no meio de um grupo de crianças fofinhas.

P.s- Sim, o Chá com tremoços, pode ser encontrado na praia de Miramar. Procurem um tipo alto, musculado, extremamente bronzeado, loiro e de olhos azuis. Quando o encontrarem, perguntem-lhe onde está o Chá com tremoços, que ele diz-vos.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Puto cagão

Nos últimos dias vi algumas coisas absolutamente inacreditáveis. Além de ter ido a uma festa onde a Maya estava a assar e a servir feveras na brasa(a crise toca a todos), tive também oportunidade de ver este video.

Passo a explicar: Dunga, o actual seleccionador brasileiro e antigo anão amigo da branca de neve, ultimamente anda pegado com jornalistas. Nesta situação pega-se com um jornalista que, ao que o Chá com tremoços apurou, estaria a olhar para ele, e insulta-o baixinho, para que ninguém repare.

Ora, para azar do Dunga, no exacto momento em que decide insultar o jornalista, ele também se encontrava numa conferência de imprensa.

Cheio de câmaras apontadas para ele, com dezenas de pessoas presentes, e com um microfone mesmo à sua frente, Dunga chama "Puto cagão" (Criança que defeca bastante) ao jornalista.

Acho o video hilariante, primeiro porque é incrivel como alguém pode tentar esconder um insulto numa situação destas, e depois porque parece uma discussão de crianças. É fantástico. Vejam já!

Já viram?



E agora já viram?

Espero que se tenham rido tanto como eu.

E já agora, fiquei hoje a saber que o jogador Maicon Douglas, se chama assim em honra do actor Michael Douglas, mas que no registo algo correu mal, e o primeiro nome ficou Maicon.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Merda das reticências

Recebi uma s.m.s. a dizer "Não te preocupes..."

Eu podia sentar-me relaxado no sofá e realmente não me preocupar, mas as reticências impedem-me de fazer isso.

Porque é que esta pessoa não usou um ponto final? Ou até um ponto de exclamação? Será que a pessoa não liga à pontuação e pôs as reticências porque lhe apeteceu? Mas colocar um ponto final dá menos trabalho do que colocar 3. Será que essa pessoa me está a esconder alguma coisa? Será que está a gozar comigo? Mas é uma coisa relativamente séria. Algo se passa aqui!

É como alguém dar-nos uma boa notícia mas no fim acrescentar um "mas".

Concluindo, estou preocupado.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Salas de espera

Ir ao centro de emprego, ao hospital, ou a qualquer sítio público com sala de espera é uma experiência sempre bastante aborrecida, principalmente porque sabemos perfeitamente que o que vamos fazer nessa sala é: esperar.

As pessoas estão sempre tristes, com sono, chateadas, nas paredes só há cartazes que nos fazem lembrar que estamos desempregados ou doentes e os funcionários atendem-nos sempre contrariados.

O melhor que pode acontecer ali para nos entreter é ver alguém armar um escândalo por causa do tempo de espera e juntarmo-nos a essa pessoa com comentários clássicos tipo "é uma pouca vergonha" ou "isto é brincar com a vida das pessoas", ou então ouvir alguém a falar alto ao telefone, e ficarmos a saber coisas da vida dessa pessoa.

As televisões nas salas de espera também já não ajudam, porque põe sempre na RTP (o que, durante o dia, já é bastante aborrecido) ainda por cima tiram o som. Já acho pouco interessante ver a Serenella Andrade a entrevistar pessoas, sem som fica ainda menos interessante. Não que eu queira ouvir a Serenella, mas se põem lá televisão, ao menos ponham com som.

O meu sonho é viver num país onde nas salas de espera haja alguém encarregue de entreter as pessoas. Gostava de estar numa sala com um palco no canto onde uma banda tocasse umas musiquinhas, ou alguém fazia stand up comedy. Gostava que houvesse mesas com petiscos, e pessoas a fazer truques de magia e a cuspir fogo. E porque não uma tv com playstation?

Assim não me importava de esperar.



terça-feira, 15 de junho de 2010

WTF?!?!!?!

Que é feito das gajas boas da meteorologia??? Agora um gajo nem sabe se há de sair de guarda chuva ou não!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Brincadeiras de infância

Hoje apercebi-me que cresci, e que tudo à minha volta está mais adulto.

Porque dizes isso, Chá com tremoços? - perguntaram os simpáticos leitores.

Porque comprei umas sapatilhas, e ninguém as calcou dizendo "Sapatilhas novas? Tenho de as estrear".

Isto acontecia-vos na infância?

Sempre odiei isso. Uma pessoa comprava umas sapatilhas porreiras, ia para escola todo contente e convencido por ter os pés calçados pela Nike, e chega um puto estúpido qualquer e calca-me para, segundo ele, "estrear" o calçado.

Ora a partir do momento que eu calçei a sapatilha, ela foi estreada, não é por tu a sujares, que ela vai ser estreada, seu puto estúpido.

É óbvio que eu não lhes chamava isso na cara, porque era pequenino e magrinho, e ainda acabavam por me levar ao poste, outra brincadeira que nunca percebi. Onde está a piada de esmagar os testículos de outra pessoa contra um poste?

terça-feira, 8 de junho de 2010

Os problemas físicos de Nani

Eu estou farto de ouvir e falar da selecção. Mas não resisti a escrever este post, espero que me consigam perdoar.

Há uns dias, como o Chá com tremoços relatou, Nani foi obrigado por um repórter da TVI a soprar numa vuvuzela de um adepto que estava por ali perto. Previ que Nani fosse apanhar uma doença qualquer.

Ora, hoje Nani é obrigado a abandonar a selecção por "problemas físicos". Pfff.. problemas físicos..

O Chá com tremoços aconselha: Não soprem em vuvuzelas de estranhos, para não contraírem "problemas físicos".

P.s- Pelos comentários ao meu último post, sobre a festa do Senhor de Matosinhos, deu para perceber que uma parte dos meus seguidores só pensam em farturas. Estou a pensar criar um passatempo qualquer cujo prémio irá ser nada mais nada menos do que umas belas farturas.

domingo, 6 de junho de 2010

O Mega Transformer do Senhor de Matosinhos

Andava cheio de vontade de me meter em alguma coisa que me proporcionasse uma grande dose de adrenalina. Pensei em comprar 500 vuvuzelas para as poder destruír ao som de uma rockalhada, pensei em meter-me na droga, pensei em entrar em contramão na auto-estrada, mas estas opções ou davam algum trabalho, ou ameaçavam a minha integridade física.

Decidi então procurar adrenalina num carrossel da festa do Senhor de Matosinhos, que de forma surpreendente, e mais uma vez, decorreu em Matosinhos.

Dei lá umas voltas, escolhi vários carrosseis potencialmente assustadores, e depois comecei a cortar da lista alguns, como por exemplo aquele que o ano passado provocou dois feridos. Sobraram o Canguru, e o MEGA TRANSFORMER (o nome tem algum impacto, apesar de não fazer a mínima ideia o que raio é um Mega Transformer). Fui então ao Canguru, só para aquecer e depois parti para a grande aventura.

Cheguei ao grande carrossel, e fiquei a observar o monstro, as reacções das pessoas que nele andavam e a ouvir as palavras inspiradoras do tipo que controlava o carrossel, entre as quais, passo a citar "Spétaculare" e "Altamente". 20 minutos passados, e depois de tentar perceber porque é que o carrossel estava suspenso numas tábuas, perdi o amor à vida, e fui comprar o bilhete.

É com agrado que vos anuncio que sobrevivi.

A seguir mostro-vos o video desta aventura. ATENÇÃO: os gritos femininos que ouvem no video, não são os meus. Os meus eram ainda mais femininos.


video

sábado, 5 de junho de 2010

PORTUGAAAAAAAAL

A partida da selecção para a África do Sul foi assim:

Autocarro abandona hotel e dirige-se a uma bomba de gasolina para abastecer. Na bomba de gasolina, os jogadores foram muito simpáticos e saíram para dar autógrafos aos adeptos ali presentes. De seguida dirigem-se para o parque Eduardo VII onde milhares de portugueses os esperam.

Como eu vi a partida da selecção para a África do Sul:

Autocarro abandona hotel, e dirige-se propositadamente a uma bomba de gasolina da GALP, para promover a marca. Lá, um grupo de adeptos "CONTRATADOS" recebe os jogadores, que dão autografos, em centenas de VUVUZELAS. De seguida dirigem-se para o parque Eduardo VII onde milheres de portugueses vêm Tony Carreira, e para promover a marca MODELO.

Quatro pequenas notas:

- Não percebo como se enche um telejornal com a viagem de um autocarro.
- Enche-se muito tempo de antena com perguntas a adeptos acerca de prognósticos de resultados, e jogadores preferidos, etc...
- Jornalista da TVI pede a Nani para soprar numa vuvuzela. Nani diz que não tem ali nenhuma. O jornalista pede então uma vuvuzela a um adepto e dá a vuvuzela a Nani, obrigando-o a soprar na vuvuzela de um estranho (não é uma piada sexual). Amanhã no 24horas: "Nani apanha herpes por causa de repórter da TVI".
- Miguel Sousa Tavares, quando chamado a comentar, na Sic, este tema, disse tudo aquilo que eu penso sobre esta loucura à volta da selecção. Mereceu um aplauso de minha parte, aplauso esse que foi interrompido pela minha mãe a criticar a minha falta de boas maneiras por bater palmas à mesa.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Malditas vuvuzelas

Olá caros leitores. Tudo bem convosco? Comigo está tudo bem, obrigado por perguntarem.

Estou farto da porcaria das vuvuzelas. Mas que raio de moda é esta? Depois de na Taça das Nações Africanas do ano passado, a competição ter sido duramente criticada por causa destes "instrumentos" que produzem um barulho horrível, eis que a Galp decide destruir também o Mundial 2010.

Aquela porcaria não serve para nada. É preciso soprar naquilo para a selecção saber que os apoiamos? Para isso porque não imitarmos sons de "gases intestinais" pondo a mão no sovaco e fechando o braço com força? Um estádio inteiro a imitar sons de peidos seria fantástico, e era de graça. E que tal gritarmos "Portugal" bem alto? Parece-me mais óbvio, e menos irritante.

Toda a gente criticava o Scolari, mas o homem pôs a malta a tirar as bandeiras de Portugal das gavetas, e a colocá-las nas janelas, e mesmo a musica associada a Portugal, apesar de irritante, era cantada em português, pela Nelly Furtado.

Este ano os grandes símbolos da selecção são uma gaita que tem um nome giro e produz um som que faz sangrar ouvidos, e a musica dos Black Eyed Peas, sobre sair à noite e beber uns copos.

Não me identifico com este espírito das vuvuzelas, nem dos Black Eyed Peas a "apoiar" a selecção, eles que provavelmente nem sabem onde fica o nosso país.

Vejam futebol como deve ser visto, bem acompanhados, de cervejinha (ou ice tea no meu caso) e tremoço à frente, e gritando o nome da equipa, e metam a vuvuzela no cú (deve fazer um som giro).

P.s- Outra coisa irritante: Bandeiras de Portugal com a palavra "Portugal" lá escrita. Será que há portugueses que olham para uma bandeira portuguesa e só conseguem perceber que é a bandeira do seu país porque está lá escrito "Portugal"?

quarta-feira, 19 de maio de 2010

O melhor amigo de Saviola

Por favor vejam esta fotografia.
Agora digam-me se lhe deram mais do que uma interpretação.
Eu dei. Devo sentir-me mal por isso?

É que a foto está mesmo a pedir que a minha mente perversa entre em acção. E a frase também não ajuda. Parece que foi tudo feito de propósito.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Já te podes casar

Cavaco Silva promulgou a lei do casamento entre homossexuais.

A primeira pessoa que vier ter comigo para me mandar a piada "Já te podes casar!", leva duas cabeçadas.


P.s- enquanto escrevia isto, um amigo veio ter comigo ao msn, e disse-me exactamente "Já te podes casar". Acabou de ganhar direito a duas cabeçadas.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Se eu podia viver sem o Chá com tremoços?

Estou de volta, depois de uma semana sem vir ao Chá com tremoços. Peço desculpa aos meus leitores por esta falha, que passo a justificar com várias mentiras.

1ª justificação: Foi semana da queima, fui todos os dias à queima, e passei os dias a dormir. (mentira, só fui um dia)

2ª justificação: Tenho tido muito trabalho. (mentira, tenho tido um ou outro trabalho, mas nada que me impedisse de vir cá)

3ª justificação: Preguiça. (aceita-se esta justificação)

Brevemente irei fazer a ronda pelos blogs que costumo seguir, para ver o que andam vocês a tramar. Mais uma vez peço desculpa pela minha prolongada ausência deste mundo.

Antes de me ir embora, gostava de apelar a toda a gente para por favor pararem de fazer piadas com o slogan da ZON "se eu podia viver sem ZON? Podia, mas não era a mesma coisa". A primeira pessoa a substituir a palavra ZON, por outra palavra qualquer, foi original, e teve piada, a segunda pessoa também, mas agora já chega, por favor. Tornou-se insuportável.

Agora, se não se importam, vou ver na tv o Papa a passear por Portugal.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Muito bem, muito bem!!

Estava há bocado a ver o debate quinzenal no Parlamento (não me perguntem porquê), e fazem-me "espécie" aqueles gajos ao lado dos líderes de bancada que gritam "muito bem" ou "é verdade" e que se riem e comentam com a pessoa ao lado, e poem sempre uma pose estilosa tipo "olha para mim aqui ao lado do líder do meu partido, e a aparecer na tv, e a ter a hipótese de mandar bitaites contra o governo".

Dá-me vontade de ir lá, interromper o debate, e dirigir-me a eles e perguntar: "Olha desculpa, mas quem és tu? Não vês que o líder da tua bancada tá a falar? Tá calado seu lambe botas!"

Penso que não teria tempo para dizer mais nada, pois os seguranças já me teriam agarrado e arrastado dali para fora, mas sinto sempre uma enorme vontade de insultar esses gajos.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Adeus motivação

Queria fazer um apelo a todos os ginásios deste país. Não passem esta musica.



Apesar do sono, lá estava eu motivado para "botar" corpo, e quando começa esta bonita canção vi logo a motivação a sair porta fora. Deprimi logo. Nada contra a musica, é um clássico, mas num ginásio estraga logo tudo.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Um sonho

Eu quero arranjar emprego para um dia cumprir o meu sonho de dizer: Não se incomode a despedir-me, eu demito-me!!!

E sair em câmara lenta.

A situação económica da Grécia

Se eu vir um grego na rua e lhe emprestar 5 euros acham que ele leva a mal?


P.s- O título deste post deve atrair muita gente séria, que vai ficar muito desiludida quando ler tudo.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

O autocarro da humilhação

No próximo fim de semana vou alugar um autocarro que partirá para bem longe de Portugal ao primero golo do Benfica no Estádio do Dragão. Será uma viagem de alguns meses, pelo menos até os benfiquistas pararem de fazer as festa e as televisões pararem de dar notícias sobre isso.

Apesar de ser um autocarro só para Portistas, estou disposto a aceitar um ou dois sportinguistas caso peçam muito. Haverá muito álcool, e por favor levem a comida. Comida regada com álcool.

Daqui a uns meses regressamos em força, prontos para ver o Porto regressar às grandes conquistas. E se houver tempo, quando chegarmos, ainda mandamos o autocarro a toda a velocidade contra o estádio da luz.

Fico à espera das inscrições para esta viagem.

P.s- (Aqui entre nós, parabéns ao Benfica pelo campeonato. Embora preferisse o Braga como vencedor, o Benfica mereceu. Espero é que não se volte a repetir, porque sinceramente gosto de lidar com benfiquistas que não ganham nada há anos, e não com benfiquistas vencedores)

quinta-feira, 15 de abril de 2010

O dia do Chá com tremoços

Estou indignado! (portanto já sabem que neste momento estou com a sobrancelha direita mais subida do que a esquerda)

Porque raio tem de haver um dia para tudo? Esta semana houve o dia do obstetra, do beijo e do café, por exemplo. Decidi então ir ao site menos fiável da Internet (Wikipédia) pesquisar mais dias importantes deste mês, além do nosso 25 de abril.

18 de abril - dia do livro infantil, dia do amigo, dia do radioamador
24 de abril - dia do jovem trabalhador
26 de abril - dia do guarda-redes (!!!)
27 de abril - dia da empregada doméstica (!!!)
28 de abril - dia da sogra
30 de abril - dia da mulher e dia do ferroviário

Todos os dias de abril é dia de alguma coisa, mas escolhi apenas alguns.

Ora bem, é possível que grande parte destes dias não seja "celebrado" em Portugal, ainda assim, merece destaque porque pelo menos no brasil, os guarda-redes e as empregadas domésticas têm direito a um dia. E a sogra? As sogras precisam tanto de um dia como uma lagosta precisa de um Ipod. Não percebo!

Sendo assim, vou procurar um dia livre, e marcar do dia do Chá com tremoços! Será feriado mundial, e as familias juntar-se-ão ao jantar, e trocarão prendas. As refeições nesse dia consistirão apenas em tremoços acompanhados de chá.

terça-feira, 13 de abril de 2010

LOL

Hoje decidi escrever sobre o que penso da malta que diz LOL na "vida real". Decidi fazê-lo através de um diálogo. Não me perguntem porquê.

Chá com tremoços: Desde que escrevi o post a dizer que odeio que me digam para ter calma quando estou calmo, aumentou drásticamente o número de pessoas que me dizem para ter calma só para gozar comigo.
Laura Pedro: LOL

(faz-se silêncio)

Chá com tremoços: LOL? Porque dizes LOL?
Laura Pedro: Porque achei piada ao que disseste...
Chá com tremoços: Mas nem te riste...
Laura Pedro: Ri ri, não ouviste? Eu disse LOL...
Chá com tremoços: Mas o LOL só é usado na internet ou por sms, quando não estamos a ver a cara da outra pessoa...
Laura Pedro: e...?
Chá com tremoços: E... tu estás à minha frente e disseste LOL, e nem sequer te riste.
Laura Pedro: Como assim não me ri? Eu disse LOL, achei bastante piada ao que disseste!
Chá com tremoços: Se achasses piada tinhas-te rido, normalmente é assim que as coisas funcionam.
Laura Pedro: Tem calma...tás nervoso hoje.

(faz-se silêncio)

Chá com tremoços: Vou fazer de conta que nem ouvi isso. LOL quer dizer Laughing out loud, ou seja, que te estás a rir alto.
Laura Pedro: E estou...
Chá com tremoços: Não estás nada...eu tou a ver a tua cara, estás completamente séria!!!
Laura Pedro: Eu posso achar piada a alguma coisa e não me rir...
Chá com tremoços: Mas esboças um sorriso pelo menos... mas dizer LOL é estúpido. Ou achas piada ou não achas, ou te ris ou não te ris!

(silêncio)

Laura Pedro: Sabes, não gosto muito de ti.
Chá com tremoços: Eu também não vou muito com a tua cara.

(Chá com tremoços e Laura Pedro beijam-se apaixonadamente como nas novelas)

segunda-feira, 12 de abril de 2010

The Office


Sou grande fã desta série. Não posso negar, já comprei um bubblehead de uma das personagens, a caneca do patrão, tenho os dvd´s todos que saíram até ao momento. Adoro tudo o que veio da mente do grande Ricky Gervais, e sim, esta é a versão americana da série original, mas é uma grande adaptação.

Tem sido muito difícil encontrar mais fãs desta série, as pessoas que eu conheço já estão fartas de me ouvir a dizer-lhes para ver esta série, sento-me no chão do meu quarto todas as noites a chorar porque não encontro ninguém que goste desta série. Felizmente descobri há uns tempos que o meu colega de blog "Rabinho dos Bosques" também é fã, e lembrei-me hoje "Porque não usar o blog para procurar mais fãs espalhados por esse vasto mundo da blogoesfera?"

Por isso, se há por aí malta que goste de "The Office" por favor... Não estão sozinhos!

O homem que urina disfarçadamente

Acabei de passar por um homem que estava entre um poste de electricidade e uma parede suja numa zona algo escondida. O homem estava de mãos nos bolsos, pernas relativamente afastadas e a olhar em frente.

Se recortássemos o homem daquele cenário e o colocássemos uma paisagem à frente dele, diríamos que ele estava a apreciar essa mesma paisagem.

Mas entre um poste e uma parede... não tentes disfarçar homem, estavas claramente a urinar contra a parede. ADMITE QUE ESTAVAS A MIJAR!!!

Foi possivelmente a mijadela mais mal disfarçada que já vi.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Mas eu estou calmo....

Odeio quando, à falta de argumentos para defender o seu ponto de vista, as pessoas me dizem "Eiii calma, tás a stressar?" estando eu perfeitamente calmo. Acabando assim por mudar o assunto em discussão, passando-o de um em que claramente estavam a perder, para o tema que envolve os meus nervos.

Se eu estiver a gritar, a dar murros no chão e a saltar em cima de carros ou móveis, aí sim eu aceito, porque estou visivelmente stressado, ou então com algum problema grave de nível psicológico.

Quando me virem de braços abertos, a olhar à minha volta e com olhar de indignação, é porque alguém acabou de me dizer isso, e eu estou a pensar o que raio fiz eu para parecer "stressado".

Já vos aconteceu isto, caros seguidores? Dizerem-vos "Eii tem calma" quando vocês estão perfeitamente calmos? Não vos irrita?

terça-feira, 6 de abril de 2010

Já te vi! Até já

Eu tenho um hábito bastante estúpido, mas acredito que há mais gente com este hábito.

Quando me vou encontrar com alguém no meio de grande multidão, ligo a essa pessoa e digo-lhe para levantar o braço, ou atirar um foguete para o ar, ou para fazer sinais de fumo. Normalmente elas rejeitam os 2 últimos exemplos, e preferem levantar apenas o braço. Até aqui tudo normal.

O anormal vem agora. Quando eu finalmente vejo a pessoa, ali ao fundo, no meio de um monte de gente, digo ao telefone "Já te vi". A coisa podia acabar aqui, eu desligava o telefone e ia ter com a pessoa. Mas não, eu sinto necessidade de me despedir da pessoa. "Já te vi. Adeus, até já".

Faço isto muitas vezes e sempre que desligo o telefone, penso.."porque raio me despedi? Eu vou estar com esta pessoa dentro de 5 segundos..."

No meio disto, fico contente por não ter o hábito de ir mais longe tentar fazer conversa de circunstância no ínico de um telefonema de "localização".

Chá com tremoços: "Olá, tudo bem? Comigo tá tudo, tenho tido umas dores nas pernas e as pessoas chamam-me idiota pelas coisas que escrevo no meu blog, e contigo?
Pessoa no meio da multidão: Quê? Não te estou a ouvir!
Chá com tremoços: "Tá bem, olhaaa era para te perguntar onde estás, e se podias erguer o teu braço de forma a poder localizar-te aqui no meio desta gente toda".
etc...

domingo, 4 de abril de 2010

Quando o melhor lugar está livre o condutor desconfia

Há uma coisa que me intriga. Há várias (na verdade eu ando sempre intrigado, se me virem na rua com uma sobrancelha mais alta que a outra, é porque estou intrigado) mas hoje vou falar desta.

Quando entro no parque de estacionamento do Arrábida Shopping, os primeiros lugares são os melhores, porque são os mais próximos da entrada principal e por isso normalmente estão todos ocupados, mas intriga-me que por vezes, em dias de enchente, há ali lugares vazios, e há uma fila enorme de carros a passar em frente a eles à procura de lugar, mas seguem em frente. Porquê?

A minha teoria tem a ver com aquela frase "Quando a esmola é grande, o pobre desconfia". Ou seja, as pessoas vêm o lugar ali vazio, tão perto da porta, com um raio de sol a entrar pelo parque a iluminar aquele lugarzinho, e desconfiam logo "Calmaaaa, um lugar livre, logo à entrada, tão perto da porta??? E com um raio de sol a iluminá-lo?? Isto deve ser uma armadilha... Vou mas é procurar lugar mais à frente, num sítio mais recôndito e mal iluminado".
Eu acho que é isto que a malta pensa.

É óbvio que a seguir passo lá eu e penso: "Bem, se ninguém estaciona aqui também não vou estacionar" e dou seis voltas ao parque para arranjar lugar.

P.S- Não, não estou a falar dos lugares de estacionamento para deficientes..

sábado, 3 de abril de 2010

Queremos 2 pratos de tremoços. O quê???

Acabado de vir de um serão num café com um amigo e com algo mais para dizer.

Como raio se pedem 2 pratos de tremoços num café?

Pediram-se "2 pratinhos de tremoços" para o empregado perceber que queria dois pequenos pratos de tremoços. Pensava eu que isto era suficiente, mas não.

Pediu-se então duas taças de tremoços. Não resultou.
Tentou-se duas malgas. Também não deu.
Até se chegou a usar a expressão "dois coisos com tremoços".
Tentou evitar-se pedir uma pequena bacia ou tupperware com tremoços.
Obvimante eu tinha de referir um nome de um recipiente qualquer, já que não queria pedir apenas "dois tremoços".
E não queria dizer "quero um pires de tremoços", porque acho que pedir um pires é ridículo.

Tentou-se explicar o seguinte: "Queremos dois pratos de tremoços...dois recipientes com tremoços, um para cada um, percebe?", o empregado aí parece ter compreendido melhor o que se pedia, e resolveu desenhar na mesa, com os dedos, um quadrado, como que a representar um prato quadrado.
Eu aí percebi que tínhamos chegado finalmente a um ponto importante para o esclarecimento da coisa, e passado uns minutos lá vieram dois pratos de tremoços, quadrados, tal como o empregado tinha desenhado.

Foi difícil mas conseguímos.

P.s- No fim percebemos que devíamos ter pedido um prato apenas. Era muito tremoço.

terça-feira, 30 de março de 2010

Com o devido respeito

Às vezes fico com a sensação que dizendo "Com o devido respeito" ou "Sem querer faltar ao respeito", podemos insultar fortemente uma pessoa, sem que esta fique chateada connosco.

Passo a simular um pequeno diálogo para exemplificar:

Carlos Zé: Olha, com o devido respeito, és um grandessissimo filho de uma ganda p***!
Diogo Paulo: Apesar de discordar de ti em relação ao que me chamaste, não posso deixar de assinalar que o disseste com respeito. No entanto devo dizer, sem querer faltar ao respeito, que acho que és um grande cabrão.
Carlos Zé: Sim, sou um bocado. Obrigado por me respeitares.
Diogo Paulo: De nada!
Carlos Zé: Queres ir tomar café?
Diogo Paulo: Vamos lá.
Carlos Zé: Queres ser o meu melhor amigo?
Diogo Paulo: Claro, eu estava a pensar no mesmo.

Diogo e Carlos dão as mãos e vão tomar café.

Como podem ver, as frases de que falo em cima, servem para atenuar um pouco os insultos que se seguem. Se tirasse estas frases do diálogo, certamente o Diogo e o Carlos não iam juntos ao café de mão dada. Mas na minha opinião, são frases poderosas, e que podem mudar vidas.

ATENÇÃO: Não tentes isto em casa. Mas se for na rua podes tentar.

domingo, 28 de março de 2010

Farmville domina o Mundo

Durante uma reunião municipal na cidade de Plovdiv, na Bulgária, os conselheiros municipais foram apanhados "não a rever contas e analisar os problemas do município mas sim a plantar batatas e a enviar vacas cor-de-rosa como gift para os seus parceiros de Quinta FarmVille"
http://tvnet.sapo.pt/noticias/detalhes.php?id=56114

Para quem não sabe, o Farmville é um jogo integrado na rede social Facebook, que consiste em construír e gerir uma quinta.

Mas será que tá tudo maluco??? Eu devo ser dos poucos que ainda resiste ao Farmville, e não tenho nada contra, é um jogo como outro qualquer, mas é ridículo quando deixam um mero jogo interferir na gestão de uma região, e quem sabe de algum país. A única vantagem que pode sair daqui, talvez seja para o sector da agricultura.

Percebe-se agora o porquê do deputado do PS José Lello ter protestado pelo facto de no parlamento os fotógrafos poderem tirar fotos aos conteúdos dos computadores dos deputados. Aposto que grande parte daquela malta joga farmville no intervalo das sestas, além de visitarem este blog claro.



O novo programa da tvi

Esta semana estreou o novo "programa do além" da tvi. Quanto à ideia base do programa, eu não vou entrar em debates sobre se acredito ou não na vida depois da morte, mas até sou um tipo relativamente open-minded, por isso, o pouco que vi do programa, vi-o com atenção. Infelizmente perdi a parte do Moita Flores a chorar. Vou esperar que apareça no Youtube.

Quero realçar dois pontos deste programa, um positivo e outro negativo.

Positivo: Júlia Pinheiro usa a sua voz calma, ao contrário dos berros irritantes que costuma dar nas Tardes da Júlia.

Negativo: A voz calma de Júlia Pinheiro é quase tão irritante como os berros que dá no programa da tarde.

Devo dizer também que apreciei bastante a disponibilidade dos espíritos em aparecerem no programa, para falarem com a senhora Anne Germain. Não deve ser fácil para um espírito lidar com este tipo de exposição. Certamente vão começar a ser bastante conhecidos para os lados do Além.

terça-feira, 23 de março de 2010

Quase nas 100

Só para dizer que estamos quase a chegar às 1oo publicações!!! Preparem-se que vem aí grande festa, com muitos prémios para serem distribuídos por toda a gente. Temos muitas surpresas!

ATENÇÃO: Tudo o que acabaste de ler pode ser completamente falso.

Com esta inútil publicação, já só faltam 4 para chegar às 100! :D

domingo, 21 de março de 2010

Teletexto

Hoje lembrei-me que existe uma coisa fantástica na televisão chamada Teletexto.

Sou o único que se esqueceu completamente que aquilo existia? Quando preciso de ver a programação de algum canal, vou à internet, notícias/internet, horóscopo/revista Maria, e acabei por me esquecer que com um botão e uma combinação de teclas no comando da tv, tenho todas as informações que preciso sem precisar de tirar os olhos da tv. E até tem um chat!!!! É uma coisa fantástica. Como é que me esqueci da sua existência???

Se vocês também já não se lembravam do teletexto, por favor digam-me para eu me sentir melhor.

Agora vou brincar com o teletexto, para esquecer a derrota do Porto.

Boa noite para todos, e por favor deixem gorjeta à saída.

sábado, 20 de março de 2010

Como abrir um portão depois de ele já estar aberto

Uma parte dos leitores deste blog tem-me como amigo no facebook e teve já oportunidade de ver este video lá no meu mural, mas tinha que o colocar aqui, para quem ainda não viu. É das coisas mais engraçadas que vi ultimamente.



Isto é puro entretenimento. Este senhor devia ter um programa de televisão!

P.s- Quando o homem vai buscar o pau... desmancho-me a rir completamente

quarta-feira, 17 de março de 2010

Não! Eu é que pago!

Se há coisa que eu gosto, é assistir a batalhas para ver quem paga a conta no restaurante. Ambas as pessoas insistem em pagar, mas esperam que o outro insista mais. É um ritual fascinante. Principalmente quando começam a puxar a conta cada um para seu lado, e fazem cara de chateados, e se for preciso chateiam-se com o empregado por este ter colocado a conta mais perto de um do que do outro.

E sim, eu também já passei por isso, já perdi batalhas, mas também, infelizmente, já ganhei algumas.

terça-feira, 16 de março de 2010

Uma bonita embalagem de café

Reparem nesta embalagem de café, que encontrei numa superfície comercial, que todos nós conhecemos. Tirei-lhe uma foto porque dizia "Hawai", o que é extremamente engraçado
.

O quê? Também diz "Kona Extra Fancy"? Não tinha reparado.

Se vocês repararam na frase "Kona Extra Fancy" (Kona Extra Chique), são umas mentes preversas, e deviam ter vergonha na cara. Perceberam? VERGONHA!!!

P.s- "Kona" hihihi

VERGONHA!!!!

domingo, 14 de março de 2010

O desemprego não é mau.

A vantagem de estar desempregado é que posso ver, durante a tarde, anúncios de baba de caracol.
tenho dito...

quinta-feira, 4 de março de 2010

Parabéns Chá com tremoços

É com orgulho que informo que este blog faz hoje 1 ano, 2 meses e 22 dias. Não é todos os dias que se faz 1 ano, 2 meses e 22 dias. Quero agradecer aos poucos mas bons seguidores deste blog, tanto os que o seguem publicamente, como aqueles que lêm mas não se adicionam à lista de seguidores, a quem comenta e quem lê mas não comenta, e até aos anónimos que aparecem de vez em quando a insultar. Obrigado a todos. Este blog começou por vontade de mostrar ao Mundo como sou parvo, e penso que ficaram todos convencidos disso. E vai continuar, contra todas as pressões do governo, para "abafar" o que aqui se diz.

Cumprimentos para todos e obrigado por nos acompanharem nesta viagem que dura há mais de um ano. Conto convosco para mais um ano, e estejam à vontade para comentar este blog, quando quiserem, porque este blog é um produto de mentes sempre dispostas a disparatar sobre tudo, e tudo o que se faz aqui é pura brincadeira, e por isso conto convosco para brincarem connosco. (A palavra brincar é tão fofinha)

P.s- Sim, esqueci-me de fazer um post quando o blog fez um ano.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Olha que a tua comida tá a arrefecer!!!

Há coisas que me marcam. O dia em que acabei o ensino básico e tive de me despedir de todos os meus amigos que me acompanharam até então; o dia em que, quando era puto, o meu pai me pegou ao colo deixou cair (e isto pode explicar muita coisa estranha em mim); o dia em que passei o exame de condução; a primeira vez que entrei no estádio do Dragão... tudo momentos marcantes. Mas há um que me ficou na memória, e que nada teve a ver comigo.

Estava eu num jantar de aniversário, e faltava uma pessoa. Essa pessoa atrasou-se um bocado, e foi-se pedindo a comida, até aqui tudo bem.

Uns minutos depois, essa pessoa chega, pálida, e visivelmente assustada. Ao vê-la, naturalmente algumas pessoas perguntaram o que se passava, se estava tudo bem e tal, ao que a pessoa responde que tinha tido um acidente de carro com o pai. Nesse momento fica tudo em silêncio, e há alguém que diz de forma algo agressiva: "Olha que a tua comida está a arrefecer!!!"

Foi um momento que me marcou, não me lembro quem disse isso, mas é um momento que me ficará sempre gravado na memória, pelo timing dessa pessoa, preocupada que a comida ficasse fria, em vez de se preocupar com o facto de a pessoa se estar a sentir mal por ter acabado de sair de um acidente.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Jogos olímpicos de inverno

Ora boas tardes. Tudo bem? Comigo está tudo bem, pena é o tempo. Está mau para sair à rua. Mas olhem, é o que temos. Desde que haja saúde...isso é que importa não é?

Depois desta breve e inútil introdução vou passar para assuntos mais ou menos sérios.

Recebi a crítica de um leitor anónimo, cujo nome sei que é Lili, e que é uma tipa porreira, que se queixou de não escrever nada neste blog há algum tempo. O Chá com tremoços responde com o respeito e seriedade que lhe é reconhecido. Caro leitor, eu faço o que eu quiser, não mandas em mim.

Mudando agora para um assunto ainda menos sério do que o anterior.

Um dia destes pus-me a ver na tv os jogos olímpicos de inverno, prestando particular atenção a uma modalidade chamada Curling. Para quem não sabe, o Curling consiste em fazer deslizar uma "coisa" pelo gelo, com o objectivo de chegar o mais próximo possível do alvo. O mais engraçado disto, são os elementos de equipa que literalmente varrem o caminho à frente da "coisa" para reduzir o atrito e dar velocidade a essa mesma "coisa". Procurem no youtube, e verão que é uma modalidade bastante castiça. Vou agora simular aqui um pequeno diálogo entre um desses varredores e a sua mulher, em casa.

Varredor profissional: Ó mulher, deixei cair um copo ao chão na cozinha, e é preciso varrer o vidro. Tratas disso?
Mulher: Ó homem, tu precisas de praticar, vai tu varrer.

(Nessa mesma noite o homem mata a mulher, e enterra-a no jardim. Mas não sabia que o vizinho, que por acaso tinha um caso com a sua mulher, tinha visto tudo, já que estava escondido no armário do quarto.) Achei por bem dar um final a esta curta história, embora haja material para uma sequela.

Já na sexta, por volta das 2h da madrugada, estava eu a ver ski. E ria-me que nem um puto quando o comentador dizia "Back double fufufu" ao referir-se a uma técnica de salto.

P.s- Este post não possui conclusão, por motivos alheios a este blog.

P.s.2- Na verdade este post não tem conclusão porque tenho demasiada preguiça para fazer conclusões.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

A nova moda de vampiros

Estou farto de vampiros. Esta moda já se arrasta há tempo demais para meu gosto. Está na altura de se fazer algo de novo. Em vez de vampiros que tentam sobreviver nos difíceis tempos de escola, porque não um filme ou série sobre lobisomens que trabalham num restaurante, e cujo conflito é não serem processados por causa de clientes engasgados com pêlos na comida, ou sobre centauros que tentam sobreviver no competitivo mundo da moda. Arranjem ideias novas, lançem-nas aqui no Chá com tremoços, e vamos criar uma nova moda. Se tiver várias sugestões, faço uma sondagem para ver qual a que poderia ter mais sucesso.

Fico espantado com as raparigas que dizem que gostavam de ser mordidas por vampiros sexy´s, como os simpáticos senhores do twilight. Qualquer dia isto faz parte dos preliminares antes de qualquer relação sexual, morder o parceiro e chupar-lhe o sangue.

É pena que esta moda não tenha pegado nos meus tempos de escola, tinha aproveitado para captar mais a atenção das meninas vestindo-me todo de preto, e agindo de forma misteriosa. Não precisava de pintar a cara de branco porque já sou branquinho por natureza.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Esta noite vai ser uma boa noite...

Se já andam fartos do massacre da Gotta Feeling dos Black Eyed Peas imaginem quando chegarmos ao Mundial :/ Ainda por cima eles sentem que esta noite vai ser uma boa noite. O problema é que acho que os jogos são a tarde.

sábado, 30 de janeiro de 2010

Chá com tremoços no Wrestling

Hoje recebi uma proposta para ir a um estúdio ver a gravação de um programa de Wrestling português para a TV. Não tendo nada para fazer aceitei sem problemas, até para ver os bastidores, porque faz parte minha área profissional (audiovisual).

O conflito desta história começa quando reparo que vou com os meus amigos para a bancada dos figurantes. Fiquei logo de pé atrás, mas fui, até porque na bancada onde estavam os figurantes, tinha uma boa vista para os bastidores. Com uma hora de atraso lá vieram falar connosco, explicando-nos o que devíamos fazer, ou seja, vibrar a 100% com tudo o que se passava no ringue, e fora dele. Ora, eu odeio Wrestling, aí está o conflito.

Senti-me ridículo a ver uns gajos a fingir que lutam, e a fingir que estão extremamente feridos depois de levarem uns estalos nas costas. Mas senti-me ainda mais ridículo, porque eu estava a vê-los e a apoiá-los, e toda a gente que conheço me ia poder ver na tv, num evento de Wrestling, feito fanático.

Ao lerem isto devem estar a pensar que para mim deve ter sido um martírio de tarde. Mas não foi. Foi uma tarde extremamente divertida com os amigos. Cheguei agora a casa e ainda estou com um sorriso nos lábios, de tão divertido que foi não saber quem se devia apoiar e assobiar, de insultar quem fingia que era mau para as pessoas, e de inventar cânticos de apoio. Para o tipo que tem de trabalhar o som, vai ter muito trabalho para apagar frases como "Oh, maricas, ele não te está a bater a sério!" "Ó senhor árbitro, abra os olhos, estão no ringue 2 gajos a lutar contra um, não há regras aqui?" ou "Odeio Wrestling".

Ah, e nós bazamos de lá depois de gravado o primeiro episódio, quando era suposto gravarmos quatro. Neste momento devem estar a resolver o problema de não haver figurantes na bancada.

Enfim, a lição a aprender aqui é a seguinte: Não interessa se estamos onde não queremos estar, desde que estejamos bem acompanhados. Ah, e digam não às drogas.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

O amor na infância é uma coisa muito bonita

Mandaram-me esta carta por mail. Está fantástico. É uma espécie de declaração de amor. Cliquem na imagem para conseguirem ler.



As senhoras que lerem este post, apostem neste Jorge Daniel, um rapaz que pega nos papéis do bollycao de toda a gente e deita ao lixo, é um bom partido de certeza. Quanto ao Tó Quim...não percebi bem se é uma espécie de alternativa ao Jorge Daniel, ou alguém a quem se pede para bater noutras pessoas. Se for a segunda hipótese, penso que não será preciso mandar-lhe uma carta, basta uma sms.

Mas continua, com um clássico da infância.



Quem é que nunca fez isto??? Eu já! E responderam-me talvez. Talvez deva entrar em contacto com essa rapariga a perguntar se já se decidiu, já teve muitos anos para pensar.

Ah, retribuindo a publicidade que foi feita ao Chá com tremoços, se se fartarem de Chá com tremoços, porque convenhamos, não combina muito bem, optem por LEITE DOCE E BOLACHAS AMARGAS, prometo que serão bem servidos. E já agora, participem na importante sondagem que está a ser feita nesse mesmo blog.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Desculpe, tem de deixar o bom senso cá fora

Lá fui eu ao Dragão ver o Porto x Paços de Ferreira, graças ao Pedro, que me arranjou bilhetes, desde já mando-te um abraço Pedro, por me permitires ver uma porcaria de jogo, e arranjar material para mais um post. Obrigado por seres quem és.

Sempre que vou ver jogos do Porto, há alguém a tentar meter conversa. Ontem, foi um senhor que se sentou ao meu lado, que trocou algumas palavras de indignação comigo, face à má exibição da equipa da casa.

Aprende-se bastante num estádio de futebol. Por exemplo, aprendi que a lógica e o bom senso ficam lá fora, juntamente com os guarda chuvas. Lá dentro toda a gente vê melhor que o árbitro, o que é fantástico, e por alguma razão toda a gente conhece a mãe dele. Também não consigo perceber a malta que se põe lá de tronco nú, com este frio, a apoiar a sua equipa, podia inventar aqui umas explicações, mas é algo tão estranho para mim, que até bloqueia a minha imaginação.

Ao contrário de 90% do pessoal que vai ao estádio ver um jogo, eu consigo entrar com a lógica e o bom senso bem escondidos nos sapatos. E lá dentro uso-os, o que não me beneficia, já que habilito-me a levar no corpo. Eu exemplifico.

Conversa entre mim e o senhor ao meu lado.

(Um jogador do Porto cai numa disputa de bola, mas não é marcada falta)

Senhor: É falta c******!!!
Eu: É complicado...no futebol é ímpossivel não haver contacto entre os jogadores, e o árbitro estava ali perto, viu certamente melhor que nós.

(Jogador do Paços atira-se para o chão fingindo-se lesionado, para ganhar tempo para a sua equipa)

Senhor: Cabrão!!! Que filho da P***, está a fazer isto só pra ganhar tempo! VAI PRÓ C******!
Eu: Se fosse o Porto a ganhar por 1-0 os nossos jogadores também faziam isto...é sempre chato, mas faz parte da táctica, é normal.

Por esta altura o Senhor já não era muito meu amigo.

(Silvestre Varela corre lado a lado com um jogador do Paços, a tentar chegar à bola, mas fica para trás)

Senhor: Este gajo não corre nada! Não vales nada! O gajo começou a correr já a bola ia a meio do caminho...
Eu: Sabe como é... o rapaz até tem jogado bem nos últimos jogos, mas hoje já correu muito, já está cansado, se fosse eu já estava no chão a tentar recuperar o fôlego, e o senhor, sendo bastante mais velho que eu, já estaria no hospital.

Por esta altura o senhor já se tinha ido sentar noutro lugar.

É por isto que eu prefiro ver jogos em casa, e discutir o jogo com lógica e bom senso, sem me arriscar a levar um soco.

Para acabar, deixo-vos com a frase do dia. Gritada ontem durante o jogo, mesmo junto aos meus ouvidos, por um senhor sentado atrás de mim.

"FUZILA CARALHO"

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Ando a dormir

Cada vez me sinto menos parte da sociedade.

Não senti o terramoto, não vi neve nenhuma, e ainda não vi o Avatar.

sábado, 9 de janeiro de 2010

O fim da decência e do respeito

Eu tinha alguma esperança na Humanidade, mas deixei de a ter.

Não por causa do atentado ao autocarro que transportava a selecção do Togo, não por causa da fome no Mundo, não por terem tirado a Manuela Moura Guedes do Jornal Nacional, mas por uma razão simples, que revela o lado mais podre do ser Humano.

Quando estou a comer uma torrada num café e um amigo me pede uma fatia, eu mostro o meu lado mais sensível e ofereço-lhe uma com todo o carinho e amizade, mas quando esse amigo escolhe comer a fatia do meio, aquela com mais manteiga, com menos côdea e por isso mais fofinha e suculenta, aí sim, eu penso que já não há o mínimo de respeito e decência no Mundo.

Citando os cerca de 243 velhotes que já ouvi dizerem isto durante a minha vida "Isto é uma pouca vergonha!"

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Escadas rolantes, mas que não rolam

VOCÊS NEM SABEM O QUE ME ACONTECEU HOJE!

Escolhi começar este post com esta frase, para prender a vossa atenção, e trazer mais pessoal ao Chá com tremoços. Se resultar, passo a começar assim todos os posts.

Na verdade não me aconteceu nada de extraordinário, mas aconteceu algo pelo qual muita gente já deve ter passado. Escadas rolantes avariadas. Estamos tão habituados a ter um objecto que anda por nós, que quando pomos os pés numa que está avariada, ficamos logo tontos e desnorteados. Isso não acontece convosco? Se sim, ainda bem, não estou sozinho, se não, é melhor eu ir ao médico.

É mesmo estranha a sensação de entrar para umas escadas rolantes paradas. Quando isso me acontece agarro-me logo ao corrimão, para me equilibrar, porque fico tonto durante um segundo. Mas depois bebo um copo de água com açucar e como um pão com nutella e estou pronto para as começar a descer, pelo meu próprio pé, situação essa que é também complicada de gerir, pois os degraus são mais altos do que os de escadas normais.

Resumindo, as escadas rolantes paradas são perigosas, e como tal, aconselho-vos a andar sempre com um copo de água com açucar e um pão com Nutella.

Ah, tou com gripe. Que bonita maneira de começar o ano.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

2010

O que é certo é que já estamos em 2010 e ainda não vi nenhum carro voador.. Mas hoje também há pouco movimento nas ruas. Vou esperar por amanha...

E aproveitando a deixa dos meus caros colegas tiago e isabel. Já não escrevia po blog desde o ano passado. Vamos la ver se isto começa a mexer.

Bom 2010 e já agora Bom 2012. O 2011 costuma ser complicado...